» » Criatividade ao abordar assuntos relevantes pode ajudar a superar crise


A comunicação assertiva e criativa no rádio para superar a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus foi tema de debate entre Leo Cardoso, jornalista e professor de locução, e Robson Ferri, CEO da RF Mídia, durante a AMIRT Live, na quarta-feira (3).

Leo Cardoso mostrou que a criatividade pode ser usada no rádio de maneira simples e prática por meio da forma como as notícias são trabalhadas nas emissoras. “É preciso traduzir a informação e usar uma linguagem de fácil compreensão com os ouvintes. Muitos profissionais mais experientes acham que o rádio é só áudio e se preocupam apenas com a locução. Na verdade, é necessário aplicar toda a experiência adquirida usando novas formas criativas e inovadoras de abordar assuntos relevantes e de qualidade com o público”, destacou o jornalista.

De acordo com Robson Ferri, isso só é possível se o profissional do rádio estiver conectado com a atualidade, fazendo um exercício constante de consumo de conteúdo. Além disso, muito antes de usar a criatividade, é necessário fazer um planejamento que inclui ações criativas para divulgar a marca, mesmo com pouco investimento durante a pandemia. “Esse é o momento de plantar e investir de alguma forma. O profissional que está pensando no curto prazo não sobrevive. É imprescindível abraçar o mercado, o público e fechar parcerias, neste momento, para que se possa conquistar ótimos resultados lá na frente”, ressaltou.

Para isso, vale focar inclusive no mercado local, segundo Leo Cardoso e Robson Ferri. Ambos concordam que apostar no papel social da emissora ao fechar parcerias locais, por exemplo, com a área artística e empresas, pode criar boas experiências e gerar mais conexão com o público.

“É preciso explorar aquilo que se tem de melhor na emissora para se conectar mais com as pessoas. Embora a audiência esteja crescendo no rádio, nem sempre isso está sendo revertido em resultado comercial. Daí, a importância de um planejamento estratégico”, observou Ferri. “Mas é fato que quem plantar agora vai colher no futuro, até porque a nossa relação de consumo será fortalecida pós pandemia”, completou Leo Cardoso.

FONTE: ABERT

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta