» » Parque de transmissão de emissora de rádio, em Farroupilha, é alvo de ação criminosa


Na madrugada desta segunda-feira, 1º, o parque de transmissão da Rádio Viva 94.5 FM, em Farroupilha, foi alvo de uma ação criminosa. Segundo informações da Polícia Civil, que está investigando o caso, os criminosos quebraram duas paredes que dão acesso à casa de transmissão, de onde foram furtados diversos cabos. Além disso, o gerador externo do parque também foi arrombado para a retirada de cabeamento.
Em decorrência do roubo, a rádio Viva 94.5 FM oscilou em algumas localidades durante a manhã e a tarde desta segunda-feira, mas, de acordo com o diretor de Rádio do Grupo RSCom, Daniel Reche, em entrevista ao Coletiva.net, o serviço já foi normalizado e a emissora está funcionando com pleno sinal.
Segundo ele, a empresa ainda não calculou o prejuízo da ação, pois os técnicos ainda estão trabalhando no local e fazendo o balanço do que foi levado. "Agora, vamos nos reunir e ver quais medidas tomar para que isso não aconteça novamente", destacou Reche. O diretor afirmou que a segurança será reforçada, apesar de ressaltar que o local já conta com monitoramento.
Sobre os suspeitos, até o fechamento desta matéria, Reche contou que ninguém foi pego e que essa não será uma tarefa fácil. De acordo com ele, o local por onde os criminosos entraram tem acesso ao antigo pedágio de Farroupilha, uma zona pouco habitada e sem câmeras de segurança, o que dificultará na identificação.
A Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert) e o Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS (SindiRádio) emitiram notas de repúdio ao caso.
Nota de Repúdio da Agert
A Associação Gaúcha das Emissoras de Rádio e Televisão repudia veementemente a depredação do parque de transmissão da Rádio Viva 94.5 FM, ocorrido na madrugada desta segunda-feira, 1º de abril de 2019, em Farroupilha.
A Agert espera que as autoridades apurem com brevidade o fato e identifiquem os responsáveis pela prática criminosa para que o caso não fique impune.
Reafirmamos nossa defesa intransigente da liberdade de expressão e do direito à livre informação como direitos inalienáveis do público, essenciais ao Estado Democrático de Direito.
Presidente da Agert - Roberto Cervo Melão

Nota de Repúdio do SindiRádio
O SindiRádio - Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS manifesta o seu total repúdio diante da ação criminosa sofrida pela Rádio Viva 94.5 FM, do município de Farroupilha/RS, na madrugada desta segunda-feira (1º), que resultou em paredes quebradas, cabos furtados e gerador externo arrombado. A Polícia Civil investiga o caso.
O crime, que causou diversos prejuízos ao parque de transmissão da emissora, provocou, ainda, oscilação de sinal em algumas localidades da região. O SindiRádio lamenta profundamente o avanço da criminalidade, especialmente ocasionando o prejuízo na recepção de informações por parte da audiência. Atacar uma empresa de radiodifusão é atacar a liberdade de imprensa; é atacar um meio que se dedica 24 horas ao dia à comunicação social e é integralmente comprometido com a realidade da sua comunidade.
Enquanto entidade que representa o setor, o SindiRádio oferece apoio especial à Rádio Viva e às investigações, acompanhando atentamente o desenrolar do caso. Esperamos que os autores deste delito sejam responsabilizados perante a justiça e recebam a devida punição.
Presidente do SindiRádio - Christina Gadret
FONTE: COLETIVA.NET

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta