» » Rádio cresce de novo e São Paulo fecha o ano com 19 FMs acima da marca de 1 milhão de ouvintes alcançados



Uma ótima notícia para o rádio paulistano nesta reta final de 2020: o alcance do meio foi ampliado pela segunda vez consecutiva em medição realizada pela Kantar Ibope Media. Como resultado desse avanço, São Paulo mantém a expressiva marca de 19 FMs acima de 1 milhão de ouvintes alcançados por cada rádio. Trata-se da melhor marca obtida pelo meio nos últimos anos (05h-00h/FM+WEB/todos os dias e locais/trimestre setembro a novembro de 2020/ alcance 30 dias e máximo).

Para se ter uma ideia dessa movimentação positiva, na primeira atualização feita em 2020 (mas referente ao trimestre outubro a dezembro de 2019), eram três rádios acima de 2 milhões em alcance e 17 acima de 1 milhão (30 e 90 dias - 05h-00h/FM+WEB/todos os dias e locais). 

As duas emissoras jornalísticas do Grupo Bandeirantes (BandNews FM 96.9 e Rádio Bandeirantes FM 90.9) não estavam acima da marca de 1 milhão, diferente do que acontece hoje. Aliás, chama a atenção do mercado o avanço da Rádio Bandeirantes que, após se reposicionar no mercado, avançou de forma significativa em audiência e principalmente no alcance (superando essa marca de destaque a partir da medição passada). 

E outras duas rádios do Grupo Bandeirantes se destacam nesse recorte: a Band FM 96.1 (popular/hits) continua líder em audiência e alcance, sendo a única acima de 2.6 milhões de ouvintes diferentes em 30 e 90 dias (05h-00h/FM+WEB/todos os dias e locais). Já a Nativa FM 95.3 (popular) ajudou a ampliar a lista de rádios acima de 2 milhões em alcance neste ano de 2020.

As marcas

Conforme destacado acima, São Paulo segue com a Band FM na liderança em alcance, seguida pela Jovem Pan FM 100.9 (jovem-adulto/jornalismo), a já citada Nativa FM, Alpha FM 101.7 (adulto-contemporâneo) e Metropolitana FM 98.5 (jovem/hits, rádio que superou a marca de 2 milhões a partir da medição passada).

A Rádio Mix FM 106.3 (jovem-adulto/pop) também está próxima dessa marca, rádio que ampliou de forma significativa o seu alcance em 2020. É seguida pela Gazeta FM 88.1 (popular/hits), 89 FM A Rádio Rock FM 89.1 (alternativa/rock), Rádio Disney FM 91.3 (jovem/hits) e Transcontinental FM 104.7. Todas essas rádios estão acima de 1.5 milhões (30 e 90 dias/05h-00h/FM+WEB/todos os dias e locais).

Logo na sequência, também próxima e em destaque, está a Antena 1 FM 94.7 (adulto-contemporâneo), rádio que se consolidou em 2020 entre os principais canais de alcance e audiência no mercado de São Paulo. É seguida pela Transamérica FM 100.1 (jovem-adulto/jornalismo), que também está em um patamar superior ao registrado no início de 2020.

A Kiss FM 92.5 (adulto/rock) tem sido um dos destaques mais recentes nas principais planilhas de audiência e alcance que o mercado observa. A rádio tem avançado de forma consistente nesta reta final de 2020. E é seguida por rádios que também estão com volumes superiores àqueles vistos no período pré-pandemia. São elas: CBN FM 90.5 (jornalismo/esportes), NovaBrasil FM 89.7 (adulto/nacional) e BandNews FM 96.9 (jornalismo/esportes).

105 FM 105.1 (popular/esportes), Energia 97 FM 97.7 (jovem/pop-esportes) e a já citada Rádio Bandeirantes fecham a seleta lista de rádios acima de 1 milhão de ouvintes diferentes alcançados por cada estação (30 e 90 dias/05h-00h/FM+WEB/todos os dias e locais).

Alcance?

O alcance é o número de pessoas diferentes que ouviram uma determinada emissora por pelo menos 1 minuto, em um período de tempo definido. Na determinação do alcance não é levado em conta o tempo que cada indivíduo dedicou à emissora.

O dado é muito utilizado pelo mercado para medir a força de marca e a eficiência dos resultados de ações promocionais e de comunicação, também auxiliando diretamente na defesa comercial do meio rádio.

A partir de pedidos de profissionais de várias regiões brasileiras, o tudoradio.com acompanhará com mais frequência a evolução do alcance do rádio no Brasil, tendo como base o período 05h-00h (FM+WEB/todos os dias e locais), considerando o alcance 30 dias e também o máximo (90 dias).

Como ele expõe o impacto do meio rádio e de uma determinada marca na população, atualmente o alcance é lembrado como algo mais próximo dos valores utilizados por plataformas digitais, como números de visitantes únicos, alcances e engajamentos (que dificilmente consideram médias de audiência).

Retorno do "face to face" na pesquisa

A medição atual cobre um trimestre cheio do retorno do "face to face". Desde o dia 20 de março, a pesquisa não estava contando com entrevistas presenciais devido a pandemia do novo coronavírus, sendo substituídas por entrevistas feitas via telefone e internet. O mesmo ocorreu no banco de março, a partir do dia 20.

A pandemia do novo coronavírus impediu que pesquisadores saíssem às ruas para fazer as entrevistas, assim como ocorreu com pesquisas de outros institutos e/ou sobre outros temas analisados.

A volta dos entrevistadores foi iniciada no banco de setembro, tendo o trimestre atual com todos os meses contando com entrevistas do tipo "face to face". Porém, as equipes não estão completas por causa do coronavírus, ou seja, o volume de entrevistas feitas nessa modalidade é inferior ao período que antecede a pandemia. 

Importante: entenda o ranking…

A medição realizada pelo Kantar Ibope Media conta com vários cenários diferentes. Desde 2007 o tudoradio.com mostra a evolução do meio FM na média de audiência por minuto das estações medidas, tendo o 05h-00h (todos os dias e locais) como base.

Para algumas emissoras é importante estar entre os maiores volumes de audiência (que é a composição de alcance com tempo médio), mas para outras o foco é estar bem posicionada dentro de seu formato e/ou público-alvo, situações que vão determinar as estratégias de cada estação.

Também é importante considerar que a média de ouvintes por minuto é um dos dados considerados pelo mercado. A pesquisa conta com outros índices e valores, como share (partilha do meio FM/AM entre as rádios medidas, esta que também conta com cenários diversos), índice absoluto de audiência, alcance (total de ouvintes diferentes impactados pela rádio durante um determinado períodos de tempo, dado que tem um peso semelhante à média de audiência), entre outros dados e cenários.

Todos esses recortes, seja da audiência, alcance, afinidade, entre outros dados, ajudam nos planejamentos artístico, promocional e comercial do mercado.

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta