» » Carro de som e rádios resgatam alunos com atrasos no Aula Paraná



Com o prolongamento da pandemia, é comum que alguns estudantes de escolas estaduais do Paraná acabem ficando em descompasso e atrasando a realização das atividades remotas no Aula Paraná. Por isso, a busca ativa feita pelas escolas, que já vinha acontecendo desde março para inserir os estudantes no sistema de aulas a distância, vem sendo fortalecida e passa a focar em resgatar os alunos que deixaram de fazer algumas atividades nas últimas semanas.

A busca ocorre das maneiras mais diversas possíveis. Uma delas, que tem chamado a atenção em todo o Estado e está conseguindo um retorno positivo, é o uso de carros de som e chamadas na rádio para atrair a atenção de estudantes e pais.

Em Paranavaí, por exemplo, o Colégio Estadual Antonio Tortato divulgou mensagens por carro de som desde o início do Aula Paraná, como explica a diretora Elizangela Sabater Moreira. “Quando foi lançado o processo de aulas remotas, direção e equipe pedagógica se reuniram com professores para reorganização de todo trabalho pedagógico da escola. Nessa reunião já foram estabelecidas ações a serem realizadas para informar as famílias e alunos, e uma das ações foi utilizar carro de som para divulgação a toda a comunidade como ocorreria o novo formato de estudo”, conta Elizangela. Ela comenta também que a partir da ação, familiares de estudantes procuraram a escola para assumir compromisso com o estudo dos filhos.

A mesma iniciativa foi feita no Norte Pioneiro, na região de Ibaiti. O Colégio Júlia Wanderley, que fica no município de Jaboti, firmou parceria com a prefeitura da cidade para fazer a divulgação. A mensagem veiculada orientou sobre os encontros, entrega de atividades e convocou os pais para auxiliar no processo. “O retorno foi muito positivo, e o alcance é visível pelo engajamento dos alunos na realização das atividades”, diz Leila Cândido Torres, chefe do Núcleo Regional de Educação de Ibaiti.

Ela menciona que, além da rádio e carro de som, houve colaboração de toda a rede e comunidade para compartilhar a mensagem em grupos de whatsapp.

CRIATIVOS – Em Colombo o retorno da ação foi identificado por Marcelo Zanesco Boeira, diretor do Colégio Estadual Vereador Raulino Costacurta. “A demanda das aulas remotas pegou todo mundo de surpresa no início, e a gente precisou ser criativo para divulgar os encontros digitais. Contamos com um carro de som que anunciava lojas e outros serviços, e eles transmitiram nossa mensagem pelo bairro. No dia seguinte os pais começaram a procurar a escola e cresceu o número de estudantes nos encontros”, conta. “Bastou uma mensagem simples e algumas voltas nas redondezas da escola e cresceu o interesse dos alunos”. Marcelo comenta que, assim que possível, vai atrás do serviço novamente, até pelo retorno que teve.

RESULTADO

Noêmia Pereira do Nascimento é mãe de dois alunos que estudam no Raulino Costacurta, e ouviu os anúncios da escola pelo carro de som. “Meus filhos estavam com dificuldade para fazer as atividades online, acabaram deixando acumular. Como pais não sabíamos se estava tendo atividade ou não, ou como estava sendo a entrega. Foi bom ter ouvido o telefone da escola pelo carro de som e entrar em contato diretamente. Fui bem atendida, explicaram como estavam funcionando as aulas e atividades, até para a gente poder dar suporte aos nossos filhos”, comenta.

 

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta