» » » Condomínio em SP cria rádio interna para 'quebrar o silêncio' da quarentena

Com o objetivo de quebrar o silêncio da quarentena, moradores de um prédio em Santos, no litoral de São Paulo, criaram uma rádio interna. A ideia transformou o isolamento social e uniu os vizinhos que pedem músicas, fazem dedicatórias, homenagens e, claro, se divertem juntos, apesar de estarem afastados fisicamente.

A Rádio Juquiá, que leva o nome do condomínio localizado no bairro Gonzaga, foi montada na garagem da moradora Giovanna Maria Fornadora, de 32 anos. Giovanna é cantora e, com os shows cancelados após a orientação de isolamento social, viu na rádio uma maneira de usar a voz e entretar os vizinhos. 

"A ideia surgiu a partir de um grupo de mensagens do prédio. Percebi que várias pessoas estavam fazendo ações durante a pandemia, pensei em uma live mas não queria ser mais uma, então tivemos a ideia de criar a rádio. Só de levar alegria para as pessoas eu fico feliz." 

Giovanna mora no condomínio há 12 anos e conta que, antigamente, os moradores faziam festas e diversas ações juntos. Isso foi acabando com o tempo, mas a rádio tem retomado esse espírito de união entre eles.


Moradora de condomínio em Santos (SP) montou rádio na garagem de casa — Foto: Arquivo Pessoal 

"Quando começamos a rádio, muita gente me procurou para falar que relembrou a época boa do condomínio e se animaram. Disseram que vamos voltar a ter festas depois da quarentena", lembrou. 

A rádio foi montada com equipamentos do pai de Giovanna, que também é músico, e os horários de entrar no ar são feitos de acordo com a rotina do prédio para não atrapalhar o home office dos moradores. As caixas de som são espalhadas pelo prédio e todos conseguem ouvir a programação. 

Os moradores podem pedir músicas pelo aplicativo de mensagens e, ainda, mandar dedicatórias. Até a vizinha do prédio ao lado consegue curtir a programação. A única regra é que as músicas escolhidas tenham mensagens motivadoras. 

"Eles oferecem música uns aos outros. Tem declaração de amor e desde criança que quer escutar música infantil até aqueles que querem músicas mais antigas. Oferecemos um pouco de cada. Tem gente que sai na janela, acende a lanterna do celular. Muito legal." 

No final, a programação é encerrada com uma canção emocionante e Giovanna conta que é feito um minuto de silêncio para que cada um faça sua oração. A rádio, que foi criada como uma forma de interação e distração durante a quarentena, deve seguir no ar mesmo após a pandemia devido ao sucesso que conquistou. 

"A gente pretende continuar com a rádio e também retomar outros eventos no condomínio, como antes. Para unir todos novamente." 


FONTE: G1

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta