» » Coronavírus: Federação faz alerta aos comunicadores sobre prevenção e ressalta papel do Rádio e TV



A Federação Nacional de Empresas de Rádio e Televisão (Fenaert) emitiu um alerta sobre os cuidados que os comunicadores de Rádio e TV devem ter durante o período de pandemia do coronavírus, causador da doença Covid-19. A entidade também destacou a importância dos meios de comunicação na propagação de notícias e informações importantes sobre a prevenção ao vírus. O último balanço oficial do Ministério da Saúde aponta 291 infectados pelo coronavírus no Brasil.

Assinado pelo presidente da entidade, Guliver Leão, o alerta da Fenaert ressalta o papel dos comunicadores na produção de conteúdo relevante e factual. Mas é importante também manter a prevenção para evitar a disseminação do Covid-19 com ações de higienização e cuidados específicos. A recomendação do Ministério da Saúde é para que pessoas com sintomas como febre, tosse e dificuldade de respirar fiquem em isolamento.

A federação enfatiza os cuidados recomendados, que são sempre lavar as mãos com frequência, utilizar álcool em gel e evitar aglomerações, além de evitar contato físico. Os comunicadores devem ficar atentos aos seus equipamentos de uso diário, que também devem ser higienizados, como celulares, microfones, e até mesmo teclado e mouse, que costumam ser esquecidos. 

A Fernaert também ressaltou que é fundamental a comunicação de sintomas para realização do teste e afastamento, a fim de prevenir a disseminação e a preservação da saúde do profissional. “Neste momento, vamos todos nos unir em torno das medidas necessárias para evitar que o vírus se espalhe e também no cuidado da divulgação de informações precisas e relevantes”, completa Guliver Leão, presidente da Federação Nacional de Empresas de Rádio e Televisão (Fenaert).

A divulgação de notícias de interesse público com objetividade e veracidade é de suma importância, mas os cuidados de prevenção também são essenciais para manter a população atualizada diariamente. Por isso, a Fenaert alerta para que todas as recomendações do Ministério da Saúde sejam respeitadas e, em caso de novas diretrizes, divulgará as ações necessárias.

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta