» » Repórter com deficiência se surpreende após foto com goleiro viralizar nas redes sociais

Um repórter esportivo entrevistando um goleiro após uma partida de futebol é uma cena tão comum no esporte, que normalmente passa despercebida, sem chamar a atenção. Mas nessa quarta-feira, na Paraíba, um episódio com esses mesmos personagens ganhou repercussão. E não seria para menos. O repórter em questão é deficiente e precisa usar muletas para se locomover, inclusive no campo de jogo. E o goleiro, sensível à condição do repórter, decidiu se ajoelhar para poder conceder a entrevista. A cena foi registrada por um fotógrafo que trabalhava no local, e a imagem rapidamente se espalhou pelas redes sociais, rendendo elogios ao repórter - pela garra no trabalho -, ao goleiro - pela gentileza - e ao fotógrafo - pela sensibilidade.

FOTO: Alênio Júnior / ClickSportsPB

Botafogo-PB e Campinense se enfrentavam no Estádio Almeidão, em João Pessoa, fechando a 9ª rodada do Campeonato Paraibano. Ao fim da partida, o repórter Rogério Roque se aproximou do goleiro Wagner Coradin, do Campinense, perguntando se podia entrevistá-lo. E o jogador prontamente atendeu. Acontece que Rogério sofre de uma doença chamada osteogênese imperfeita, que limita seus movimentos e o obriga a usar muletas para se locomover. Então o gigante rubro-negro de 1,96m decidiu se ajoelhar para se equiparar em altura ao repórter de 1,30m e facilitar o seu trabalho. Uma cena que o fotógrafo Alênio Júnior eternizou numa imagem que, nesta quinta-feira, ganhou as redes sociais.

- A atitude do goleiro do Campinense, o Coradin, me surpreendeu pelo fato de facilitar a entrevista. Até porque ele é um goleiro alto, e ele teve essa gentileza de se ajoelhar para poder facilitar a minha entrevista. Agradeço demais a ele por isso, por facilitar o meu trabalho. Eu enfrento esse problema, por questão do meu biotipo. E agradeço também a Alênio, pelo registro. Tudo começou com essa foto que ele fez. Eu não tinha percebido que ele tinha tirado essa foto, mas ganhou repercussão nas redes sociais. Algumas pessoas entraram em contato comigo, me parabenizando, parabenizando a atitude do goleiro e do próprio Alênio também - comentou Rogério Roque, que trabalha na Rede Primeiro Minuto, de Campina Grande.

O Campinense fez questão de destacar a atitude do seu goleiro nas redes sociais oficiais do clube. Enaltecendo o exemplo dado pelo seu jogador, a agremiação de Campina Grande ainda elogiou o repórter Rogério, que, segundo a postagem, "mostra diariamente que nada é obstáculo suficiente para nos parar quando temos força de vontade de fazer a vida acontecer".

O goleiro Coradin falou sobre a sua atitude de se ajoelhar para conceder a entrevista a Rogério. De acordo com o jogador, ele não fez mais que a sua obrigação ao atender gentilmente a um profissional da imprensa.

- A minha família me ensinou, desde pequeno, a ser humilde, a não pisar em ninguém, não criticar ninguém, a não querer ser melhor que ninguém. E isso já vem da minha índole. Foi uma atitude simples minha, normal. Ele veio até mim e, pela sua simplicidade ao querer me entrevistar, acho que era minha obrigação ser humilde o suficiente e me abaixar, me ajoelhar e receber a entrevista dele, afinal, ele estava fazendo o trabalho dele, e muito bem feito - explicou Coradin.

Já o fotógrafo Alênio Júnior, responsável pelo registro da cena rara e tocante, sequer conhece o repórter Rogério Roque. Ele explicou que fez a foto bem por acaso e que a imagem ganhou repercussão quando ele tentou encontrar Rogério para presenteá-lo com a imagem.

- Eu tirei essa foto despretensiosamente. Eu mandei para minha irmã, que é jornalista, só para perguntar se ela conhecia esse repórter. Ela mandou num grupo (de WhatsApp) e repercutiu - explicou Alênio, que trabalha para o ClickSportsPB, um perfil do Instagram especializado em fotografias.

Dentro de campo, o Botafogo-PB venceu o Campinense por 1 a 0. As duas equipes já estão classificadas para as semifinais do Campeonato Paraibano. E o Clássico Emoção ganhou um desfecho inusitado, uma cena bonita de ver, exemplos a serem seguidos: a garra do repórter, a gentileza do goleiro e a sensibilidade do repórter.

FONTE: G1

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta