» » Rádios do sudeste dos Estados Unidos atuam como principal fonte de notícias durante período de furacões


O sudeste dos Estados Unidos está sofrendo grandes danos devido à passagem do furacão Florence, considerado um dos mais devastadores dos últimos anos. E, com isso, o Rádio torna-se o principal meio de informações para os moradores da região, que foram orientados a deixar suas casas. De acordo com as informações locais, duas milhões pessoas deixaram a região, já que as fortes chuvas inundaram as comunidades e apresentam desafios para os radiodifusores enquanto trabalham para manter suas estações no ar. 

“O Rádio sempre foi a fonte de notícias e informações em tempos de crise, desastre e comemoração. Somos o meio local indispensável que não custa nada, é portável e sempre é um membro das comunidades que servimos. Um rádio portátil é uma necessidade em tempos de furacões como o Florence”, disse o presidente-executivo da Community Broadcasters, Jim Leven.

Na Beasley Media Group, em Fayetteville, Carolina do Norte (um dos estados mais atingidos pelo furacão), apenas o pessoal essencial foi ao trabalho nesta sexta-feira (14) e provavelmente permanecerão nos estúdios por mais algum tempo. A gerente de mercado, Erika Beasley, e o gerente de operações, Randy Bliss, disseram que as estações prepararam água, comida e outras necessidades importantes para os funcionários que são chamados à ação.

Todas as estações do grupo atualizaram seus aplicativos móveis. Beasley disse que os profissionais estão orientando os ouvintes a fazer o download dos aplicativos para ouvir suas estações locais mesmo depois de perderem energia ou não terem preparado um rádio alimentado por bateria. "Nossa equipe planeja continuar a transmitir via streaming se qualquer uma ou todas as nossas estações enfrentarem situações fora do ar", disse a gerente.

Durante a passagem dos furacões, as emissoras interrompem suas programações normais para fazer a cobertura contínua dos transtornos causados pelos fenômenos naturais. Wayne Mulling, gerente de mercado regional e 14 estações da Community Broadcasters, na Carolina do Sul, disse que a decisão é baseada na rapidez com que a tempestade se move. “Nós temos uma equipe incrível na Carolina do Sul e todos eles se juntaram para entrar em ação a qualquer momento”, disse ele. 

Parcerias

Muitas estações de rádio fazem parceria com as redações de televisão locais durante emergências. A cobertura realizada pelas emissoras de TV também ajuda a reforçar o alcance do rádio durante uma tempestade quando a eletricidade e o cabo são foram atingidos.

Com informações do Radio Inside. Colaboração de Daniel Starck

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta