» » Hoje é Dia do Rádio: Saiba por quê


No Brasil, 25 de setembro é dia do rádio. O meio de comunicação de massas é celebrado nesta data porque no mesmo dia, em 1884, nascia Edgard Roquette-Pinto, responsável por fundar, quase 40 anos depois, a primeira emissora radiofônica oficial do país: a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. Atual Rádio MEC, ela é uma das mais de 10 mil emissoras de rádio brasileiras que, com programas jornalísticos, culturais e educativos, ajudam a manter o rádio como veículo essencial para a difusão de informação e a integração do país.

Em 1922, o país comemorava o primeiro centenário da independência e, como uma das formas de celebração, foi instalada no pico do morro do Corcovado, onde hoje está localizado o Cristo Redentor, uma antena de rádio — na época uma tecnologia inovadora, trazida dos Estados Unidos. Assim, no dia 7 de setembro desse mesmo ano, acontecia a primeira transmissão oficial radiofônica do Brasil: um discurso do presidente Epitácio Pessoa. 

O radialista Roquette Pinto, em 1953, durante solenidade na Associação Brasileira de Televisão comemorativa pelo 30º aniversário da implantação do rádio no Brasil - Arquivo / Agência O Globo


Na época, o médico e antropólogo carioca Roquette-Pinto convenceu a Academia Brasileira de Ciências a comprar os equipamentos da nova tecnologia, criando, em 1923, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, que tinha o objetivo de divulgar educação e ciência no país. Em 1936, a emissora passou a ser posse do Governo Federal, dando origem à atual rádio MEC

O rádio teve um importante papel na sociedade brasileira desde sua consolidação. Foi o primeiro grande veículo de comunicação de massas, sendo portanto responsável por influenciar decisivamente a vida privada, através da difusão de radionovelas, programas de entretenimento, informação e música que alcançavam, muito além dos grandes centros urbanos, populações de territórios brasileiros mais isolados. Além disso, foi muito aproveitado politicamente pelo Estado, por partidos políticos e movimentos sociais, estando no centro de transformações que definiriam a história moderna do Brasil. 

De acordo com o Governo Federal, o Brasil tem hoje mais de 10 mil emissoras de rádio, sendo 5.463 nas categorias AM e FM comercial e educativa, além de outras 4.775 emissoras comunitárias. Num período em que novas tecnologias se tornam rapidamente obsoletas, o rádio, mesmo sem fazer uso de imagens, se mantém como importante veículo informativo e de entretenimento.

FONTE: O GLOBO

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta