» » Bando invade estúdio e atira em diretor da associação de rádio e TV no Ceará


O diretor da Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão (Acert) Sandoval Braga Júnior foi baleado nesta sexta-feira (21) após ser ameaçado a "deixar de falar besteira" em comentários políticos na rádio em que trabalha, em Jaguaruana, no interior do Ceará.

Braga Júnior foi baleado na perna e está consciente. Em entrevista ao G1enquanto era encaminhado em uma ambulância para Fortaleza, o diretor da Acert afirmou que o crime foi um "atentado contra a liberdade de imprensa".

"Eles invadiram a rádio, me renderam, mandaram eu deitar no chão e antes de atirar eles gritaram 'isso é pra você se calar e não falar mais besteira na rádio'. É um atentado contra a liberdade de imprensa", afirma Braga Júnior.

A Secretaria da Segurança Pública informou que equipes da Polícia Civil e Militar fazem buscas pela região para localizar e prender os autores do crime.A Acert publicou uma nota com "veemente repúdio ao ato de invasão e violência". "Mesmo que sem maior gravidade o ferimento da vítima da violência, gravíssimo foi a invasão à emissora e a ameaça à livre informação do seu público ouvinte", afirmou a associação. 

Crítica a políticos

Sandoval Braga Júnior acrescenta que divulga constantemente reportagens e comentários críticos a políticos dos poderes executivo e legislativo de Jaguaruana.

"Eles só queriam assustar mesmo, intimidar, não levado nada, não foi roubado nada", diz.

Ainda conforme o diretor da Acert, o bando era formado por quatro homens, que chegaram à sede da rádio onde ele trabalha em um automóvel. Dois dos quatro homens desceram do veículo e renderam o dono da rádio.

Acert repudia o crime

A Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão – ACERT, por sua diretoria, manifesta seu veemente repúdio ao ato de invasão e violência perpetrado por quatro meliantes encapuzados, nesta data, contra a RÁDIO UNIÃO FM 96,5 Mhz., na cidade de Jaguaruana, neste estado, e à pessoa do radiodifusor SANDOVAL BRAGA JUNIOR, integrante do corpo diretivo desta associação, que foi atingido com tiro de arma de fogo.

Mesmo que sem maior gravidade o ferimento da vítima da violência, gravíssimo foi a invasão à emissora e a ameaça à livre informação do seu público ouvinte.

Diante de tão insuportável ato de violência, os radiodifusores cearenses expressam sua solidariedade ao companheiro de rádio e apelam às autoridades policiais e judiciárias do Estado do Ceará para a efetiva apuração do grave delito e a mais breve e severa punição de seus autores e eventuais mandantes.

FONTE: G1

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta