» » Caixas inteligentes podem auxiliar na evolução do rádio


Entre o segundo semestre de 2017 e o começo de 2018 o assunto do momento foram as “caixas de som inteligentes” nos Estados Unidos. Diferente daquelas que estamos acostumados que contam apenas com conexão “bluetooth” e comandos simples, essas caixas possuem sistemas operacionais semelhantes ao dos smartphones, que funcionam através de “assistentes de voz”. Elas estão avançando rapidamente nos lares norte-americanos e isso pode ser positivo para o rádio.
Prevendo um avanço ainda maior e que possa mudar o hábito de consumo de mídias dentro das casas, as rádios norte-americanas já incluiram em suas programações mensagens como “sintonize 104.5 FM em San Francisco e diga tocar KFOG FM (nome da rádio) em sua caixa de som inteligente”, por exemplo. Várias estações já realizam tal ação e adaptaram os seus dispositivos móveis para serem compatíveis a essa nova tecnologia.
Em entrevista ao tudoradio.com, Henrique do Valle afirma que as caixas são o assunto do momento nos Estados Unidos e podem auxiliar em um consumo diferente do rádio. “As grandes networks como a própria iHeart ja estão presentes nessas caixas de som inteligente. Logo pela manha o ouvinte levanta e ja “fala” com a “Alexia” (caixa da Amazon), e ja pede para ligar na Z100 (famosa 100.3 FM de Nova York), porque já quer ouvir o programa do Elvis Duran”. Mais uma vez é aquele lance de fidelidade”, ressalta do Valle.
Caixas portáveis com boa qualidade de som, estas já comercializadas no Brasil, também mudam a realidade de consumo do rádio, este que é feito via conexões bluetooth e consomem as estações via conexão com aplicativos de celular (seja on-line ou FM), desktops e tablets. A tendência é de que isso seja amplificado, dependendo do preço das caixas de som inteligentes no comércio brasileiro (o modelo Google Home pode ser encontrado por valores próximos a R$500,00 em lojas virtuais brasileiras).
A expectativa positiva para que a tecnologia auxilie no avanço do consumo de rádio vem do panorama atual percebido nos Estados Unidos. “Pra você ter uma ideia quase que 67 milhões de americanos usaram serviços de musicas online em 2017 – média de 14 horas e 39 minutos por semana. Quase que 56% de toda a população americana que usa internet serão usuários de radios on line em 2018. Ou seja, o radio é uma mídia que é usada pelos americanos de uma forma extremamente dinâmica, seja on line ou terrestre (FM-AM)”, completa do Valle.
A Alexia da Amazon é atualmente a caixa de som inteligente mais popular por lá, que já enfrente a concorrência do Google, com linhas como “Home” e “Max”. Na linha “Home Mini” a caixa do Google sai por US$49,00. A famosa JBL também conta com dispositivos compatíveis com o Google e a Apple já comercializa a HomePod.

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta