» » Equipe da Rádio Jornal escapa de golpe de taxistas em Moscou

Mesmo com tantos avisos, o idioma russo ainda é um desafio para os profissionais de imprensa que estão na cobertura da Copa do Mundo. Apesar de ser um país tradicionalmente fechado, os locais estão tentando ser solícitos e até tirando torcedores e jornalistas de enrascadas. 

Foi o que aconteceu com a equipe do Escrete de Ouro da Rádio Jornal na noite desta segunda-feira(11). Maciel Júnior, Aroldo Costa, João Victor Amorim e Fabiano Lopes, que estavam com dificuldade para sair do IBC( Internacional Broadcast Center), local onde todos os jornalistas do mundo estão trabalhando e serve como base para todos os veículos de imprensa na cobertura do mundial. 

O motivo? O desencontro de informações e o modo no qual agiram os taxistas que estavam em frente ao local, tentando cobrar um valor até três vezes mais do normal, de uma corrida do IBC para o hotel onde a equipe está hospedada em Moscou. 

João Victor Amorim relatou a atitude dessa solidária funcionária da empresa de postagens russa e descreveu a situação para Geraldo Freire. “Ontem quando estávamos saindo do IBC, tivemos dificuldade de conseguir transporte para voltar para o hotel. Uma moça, Maria, parou nossa equipe, falou em russo e depois em inglês e disse: vou ajudar vocês a pegar o táxi e discutiu com vários taxistas que queriam nos roubar”, afirmou o repórter.

Desde domingo(11), Aroldo, João, Maciel e Fabiano estão em Moscou. Foto: Fabiano Lopes/ Rádio Jornal

Outro que endossou o episódio foi o comentarista Maciel Júnior, destacando que a moça discutiu com os homens até que os pernambucanos entrasse em segurança no táxi. “Ela se aproximou porque percebeu que os taxistas estavam querendo cobrar o triplo do valor. Por exemplo, a corrida custava, 200 rublos, (pouco menos de R$ 12) eles estavam cobrando 600 rublos(R$ 36), até 2000 rublos (R$ 120) alguns estavam cobrando”, relatou. 

João Victor disse ainda como a atitude da mulher foi espantosa, ela discutiu com os taxistas e ainda ligou para os brasileiros no hotel para saber o desfecho do episódio. 

“Um até disse que ela estava atrapalhando, e ela respondeu que ele não era nem taxista, quando chegamos no carro, ela foi no táxi e quando o motorista quis mudar a rota ela discutiu com ele dizendo: está errado, você está querendo enganar eles. Quando chegou no hotel ela ligou para a gente pra saber se tínhamos chegado bem”, finalizou.

FONTE: http://blogs.ne10.uol.com.br/torcedor/2018/06/12/equipe-radio-jornal-escapa-golpe/

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta