» » Maia critica reserva de tempo de rádio e TV para mulheres; ministro do STF rebate


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, do Democratas do Rio de Janeiro criticou, nessa quarta-feira (23), a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que reservou para as campanhas femininas 30% do horário eleitoral no rádio e na televisão.

Para Maia, o TSE não conseguiu entender que parte dessas candidatas pode não ter força política para competir.


Rodrigo Maia também argumentou que esse tipo de mudança deveria ser feita pelo Congresso Nacional, e não pelo Judiciário.


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso discordou e considerou um avanço a reserva de tempo para as mulheres divulgarem as candidaturas.


Sobre a competitividade das mulheres na política, Barroso destacou que a história é uma trajetória de superação de preconceitos e avaliou que a reserva de espaço é saudável para a democracia.


Em decisão unânime na última terça-feira (22), o Tribunal Superior Eleitoral decidiu reservar para as mulheres 30% do tempo da propaganda eleitoral no rádio e na televisão. O objetivo é incentivar e dar visibilidade às candidaturas femininas. Antes disso, a Corte Eleitoral já havia reservado 30% do Fundo Partidário para as candidatas.


FONTE: EBC

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta