» » Emissoras do PR debatem migração AM/FM


Cerca de 20 representantes de emissoras de rádio paranaenses que têm interesse em migrar para a faixa atual do FM se reuniram com o diretor de Rádio da ABERT, André Cintra, na segunda-feira (26), na sede da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (Aerp) e do Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Paraná (SERT-PR).
Cintra apresentou os estudos de viabilidade já realizados desde o início do processo e ressaltou que a exclusão de canais vagos, a alteração de canais de reservas do Plano FM e de canais de rádios comunitárias (Radcom) poderão abrir espaço na faixa atual.
Para agilizar o processo, André Cintra defendeu um trabalho conjunto entre as associações para que mais emissoras consigam migrar para a faixa atual de FM.
“Sugerimos que os engenheiros das emissoras do Paraná nos indiquem estudos e informações sobre alteração de potência de canais. Estudando caso a caso, poderemos contemplar um número maior de emissoras na migração para o FM”, disse.
André Cintra explicou ainda que as emissoras da região Oeste do estado enfrentarão uma dificuldade maior por estarem em região de fronteira. “Neste caso, a Anatel precisa submeter o pedido do processo de migração para aprovação do Mercosul”, concluiu.
O presidente da AERP, Alexandre Barros, reafirmou o empenho da entidade em agilizar a migração, especialmente após o decreto do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que reabriu o prazo para a solicitação da mudança de faixa.
“Essa foi a primeira de uma série de reuniões. A AERP e o SERT atuarão para mediar essa interface entre as emissoras de rádio AM do Paraná e o MCTIC e Anatel”, disse.
A reunião contou ainda com a participação do diretor técnico da AERP, Roberto Lang, e do engenheiro Elias Agustinho.
FONTE: ABERT

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta