» » Primeiro Fórum de Interferência em Rádio


Nos dias 17 e 18 de novembro foi realizado, em Foz do Iguaçu, o Primeiro Fórum de Interferência em Rádio – Argentina | Brasil. Atendendo a uma reivindicação dos radiodifusores, o evento foi promovido para avaliar a utilização do espectro destinado às rádios na região de fronteira, visando minimizar interferências prejudiciais que ocorrem atualmente, principalmente nos aeroportos e nas emissoras que operam na região.
Participaram do evento engenheiros do Brasil e da Argentina, com o apoio da Associação de Radiodifusoras Privadas Argentinas – ARPA, do Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Paraná – SERT-PR, e da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná – AERP, além dos presidentes e diretores das entidades.
Os grupos fizeram medições em vários pontos da região, para avaliação do uso do espectro. Após este trabalho, as entidades se reuniram para discutir vários pontos de interesse da região. Para o proprietário da rádio Itaipu, Flávio Ghellere Junior, o Fórum foi um passo importante para todas as rádios da região. “O espectro é um bem escasso, e a utilização desordenada prejudica a todos”.
De acordo com Héctor José Parreira, diretor executivo da ARPA, a realização do Fórum fortaleceu a relação entre as entidades, além de estabelecer uma agenda de trabalho na busca de soluções concretas sobre as questões específicas, como, por exemplo, a instalação de emissoras ilegais que transmitem em português a partir de Puerto Iguazú. “A presença e participação do ENACOM expressa uma preocupação do organismo estatal Argentino e a vontade das autoridades em trabalhar na busca de soluções exemplares. A responsabilidade da AERP e da ARPA é continuar trabalhando para que esse não seja um simples acordo institucional, e sim a base de ações conjuntas para melhorar a situação dos radiodifusores legais em ambos os lados da fronteira”.
O resultado dos trabalhos será apresentado aos órgãos gestores dos dois países, para que sejam tomadas medidas de otimização do uso do espectro. O presidente da Aerp, Alexandre Barros, salientou que “os participantes se comprometeram na manutenção de um diálogo constante, para que a legalidade possa ser mantida em atendimento aos ditames do Acordo Quadripartite”.

FONTE: AERP

Postado por ADM

O portal da galera do rádio
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga
Comentários

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta